Uma bicampeã mundial circula por São Caetano do Sul com a farda da Guarda Civil Municipal (GCM). Ela é Patrícia Cândido, que por duas vezes conquistou o título de melhor do mundo de powerlifting. A mais recente conquista é medalha de ouro no World Police and Fire Games 2017, disputado em agosto, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Patrícia venceu nas modalidades Supino (Bench Press) e Levantamento Terra com Supino (Push Pull), na categoria sub-84 (até 84kg).

GCM de São Caetano do Sul há 11 anos e atualmente assessora da secretária da Seseg (Secretaria de Segurança), Elaine Maria Biasoli, Patrícia tem se acostumado a conquistas. Atleta há 17 anos, em sua galeria de medalhas e troféus, que guarda em casa, é possível encontrar 11 Campeonatos Paulistas, cinco Brasileiros, um Sul-Americano, um Pan-Americano, um Europeu (a convite) e dois Mundiais.

Além disso, Patrícia já quebrou oito vezes o recorde mundial em sua categoria. “Guardo todas as minhas conquistas com muito carinho e com lembranças diferentes para cada uma. Mas é claro que o primeiro título mundial a gente nunca se esquece”, disse.

Foi durante essa conquista, nos Estados Unidos, em 2015, que a GMC mais se emocionou. “É indescritível a sensação de subir ao pódio, ouvir o Hino Nacional Brasileiro diante de tanta gente desconhecida, num outro país, ainda mais sendo um país de tanta tradição no esporte como são os Estados Unidos. Naquele momento, só conseguia pensar que ali estava representando a classe dos guardas municipais, os policiais brasileiros e, principalmente, a GCM de São Caetano do Sul, onde eu cresci muito como ser humano e profissional”, complementou, emocionada, Patrícia.

 

SONHO

Apesar de tantas conquistas, Patrícia ainda mantém um sonho. Mas não depende apenas de si, e sim do COI (Comitê Olímpico Internacional), que teria de incluir as modalidades Supino e Levantamento Terra com Supino na competição. Os Jogos Olímpicos têm apenas o Halterofilismo (Arranque e Arremesso), instituído em 1920, em Antuérpia, na Bélgica.

“É um sonho disputar as Olimpíadas pelo Brasil. Quem sabe um dia isso ainda será possível. Enquanto isso, continuo realizando meu trabalho como GCM de São Caetano do Sul e representando minha cidade, meu Estado e meu País”, afirmou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here