Em cerimônia realizada no auditório da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul), nesta segunda-feira (25/09), foram abertos os cursos do programa Desenhando o Futuro, realizado graças a uma parceria entre a Prefeitura e o Sescon-SP (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo).

O programa destina-se a capacitar ao primeiro emprego jovens entre 16 e 18 anos com a oferta de dois cursos: um de Departamento Pessoal e outro de Escrita Fiscal. Nessa primeira turma, estão participando 65 jovens e os cursos têm a duração de 60 horas.

“A capacitação de jovens, visando o acesso ao emprego, é um grande desafio e insere-se em nossas políticas públicas de geração de emprego e renda”, declara Silvio Augusto Minciotti, secretário da Sedeti (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Turismo, Tecnologia e Inovação), de São Caetano do Sul. Segundo o secretário, para combater o desemprego, a Prefeitura tem buscado atuar em três frentes: a conquista de novas empresas para a cidade, o apoio ao desenvolvimento das empresas já instaladas no município, e a capacitação de pessoas para o trabalho, além de aproximá-las das vagas captadas junto às empresas da cidade e região.

“E para quem ainda vai começar a vida profissional é ainda mais difícil”, considera o secretário. Por isso, a Sedeti buscou estabelecer essa parceria com a Sescon-SP, que já tem uma experiência de 10 anos na formação profissional de jovens por meio de sua Comissão de Responsabilidade Social, coordenada por Rinaldo Araújo Carneiro.

Salvador Strazzeri, membro do Conselho Fiscal da Sescon-SP, destaca que a entidade já formou mais de 10 mil jovens: “Temos uma verba estatutária destinada à comunidade”, explica. “Oferecemos os professores e o material didático. Depois, os jovens formados podem se inscrever em nossa Bolsa de Talentos”.

Elza Farias, professora de Escrita Fiscal, diz que além de ensinar matérias como escrituração de livros e cálculo de recolhimento de impostos, por exemplo, o curso também busca despertar no jovem uma postura profissional diante do mercado de trabalho. “O mais importante é fazer com que eles acreditem em si mesmos. Quando resgatamos a autoconfiança eles conseguem o que desejam”. Essa também foi a tônica do discurso do secretário Silvio Minciotti aos jovens: “Aqueles que unem capacitação, disposição ao trabalho e retidão de conduta conseguem atingir os seus propósitos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here