Vai começar a 24ª edição da Superliga de Vôlei Feminino, principal competição da modalidade no Brasil e São Caetano do Sul e o Grande ABC estarão representados pelo São Cristóvão Saúde/São Caetano, que já estreia com a difícil missão ao enfrentar o Camponesa/Minas Tênis, nesta terça-feira (17/10), às 20h, no Ginásio Arena Minas, em Belo Horizonte (MG).

A competição contará com 12 equipes. Além do São Cristóvão Saúde/São Caetano participarão Sesi/SP, Sesc/RJ, Fluminense (RJ), Vôlei Nestlé (SP), E.C. Pinheiros (SP), Renata Valinhos/Country (SP), Vôlei Bauru (SP), BRB/Brasília Vôlei (DF), Dentil/Praia Clube (MG), Camponesa/Minas (MG) e Hinode Barueri (SP).

O técnico do São Cristóvão Saúde/São Caetano, Hairton Cabral, acredita que esta Superliga 2017/18 será uma das mais disputadas dos últimos anos. “Os times estão muito nivelados, então acredito que é difícil apontar um favorito. Nós estamos trabalhando muito e esperamos ficar entre os oito nesta temporada”, afirma o técnico. Já a capitã Sonaly espera um jogo difícil com o atual campeão mineiro. “O Minas venceu o Praia Clube, que é um dos times com maior investimento nesta Superliga, no Campeonato Mineiro, e estão com uma equipe muito forte e jogadoras experientes. Acredito que encontraremos muitas dificuldades, mas estamos nos preparando para fazer um bom jogo em Belo Horizonte”, completa a capitã.

Entre as 24 equipes que participarão da Superliga 17/18, duas disputarão a competição pela primeira vez – Hinode Barueri (SP) e Sesc-RJ. No feminino, o time de Barueri (SP) tem no comando o treinador tricampeão olímpico José Roberto Guimarães e no masculino, a equipe carioca é liderada pelo bicampeão olímpico, Giovane Gávio. O São Caetano diante de sua torcida somente no próximo dia 31, contra o rival Nestlé/Osasco, às 20h, no ginásio Lauro Gomes, em São Caetano do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here